Me deixa ficar aqui. Sozinha.
...Você não entende a minha dor. Não quero explicar. Nem eu entendo. Sei que dói. Sei que queria você de volta. Sei que queria que tudo fosse do meu jeito. E meu jeito é certo? Não sei...
Se eu ganhasse um real toda vez que me criticassem, eu estaria sendo criticada em Paris.
Eu tento ser uma pessoa agradável, mas a chatice é mais forte.
A nossa vida é um forninho, hora ou outra ela pode cair mas nada que alguém não possa levanta-la.
Eu irei estar com você quando ninguém mais estiver por perto. E quando as nuvens pretas chegarem eu estarei do seu lado, eu sei que ficaremos bem, eu irei estar com você.

John Legend.  

Tô precisando fazer falta.
Às vezes parece que é melhor não falar. Nada. Sobre nada. Pra ninguém.
Não perdi nenhuma chance de ser trouxa esse ano.
E eu quero muito. Muito. Porque você tem a voz mansinha e só fala coisa inteligente. E você é cínico sem ser maldoso. Mas não, não. Estou morrendo de vontade de ser eu, mas ser eu só tem me feito perder e perder. E eu quero ganhar. Só dessa vez. Chega. E eu quero me dar de bandeja pra você. Chega de fazer tudo errado. E eu te espio da janela, indo embora. E quero berrar o quanto gosto de você. E te pedir em namoro. E rasgar sua roupa. E dormir enroscada no seu cabelo.

Tati Bernardi.  

Um app que te envie pela manhã um resumo de como vai ser o seu dia. Só pra gente ter ideia se vale a pena levantar da cama.
Sempre tem um pra testar sua fé.
É claro que dói, é claro que da vontade de desistir. Mais ai você percebe que se desistir vai estar fazendo o que eles querem. Então você continua e mostra que sabe se levantar sozinha depois de uma queda.

@ acumulou